Estreias da Semana 02/02

Comentarios


Olá, Gnominhos!

Chagamos em Fevereiro, mês de filme foda, mês de filme merda cof*cof*50tons*cof*, então vamos lá.




O Chamado 3 (Paramount Pictures)

Sinopse:

Julia (Matilda Anna Ingrid Lutz) fica preocupada quando seu namorado, Holt (Alex Roe), começa a explorar a lenda urbana sobre um vídeo misterioso. Lenda esta que diz que quem assiste morre depois de sete dias. Ela se sacrifica para salvar seu namorado e acaba fazendo uma descoberta terrível: há um "filme dentro do filme" que ninguém nunca viu antes.

O que a gente espera?

Só uma pergunta: PRA QUE FORAM DESENTARRAR ISSO?!

O primeiro filme é tão bom, tem tanto carisma, aí veio o segundo baixando o nível e então vem o terceiro e essa merda vira filme do Michael Bay? Vão derrubar à p*rra de um avião dessa vez! MANO! UM AVIÃO!

E tem o Fisk da série do Demolidor nesse troço! Sai daí, Vicent D'Onofrio!


Estrelas Além do Tempo (Fox Film do Brasil)

Sinopse:

1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

O que a gente espera?

Esse já vimos e recomendamos. Lê aqui nossa crítica, migo (a).



A Qualquer Custo (Califórnia Filmes)

Sinopse:

Dois irmãos, um ex-presidiário e um pai divorciado com dois filhos, perderam a fazenda da família em West Texas e decidem assaltar um banco como uma chance de se restabelecerem financeiramente. Só que no caminho, a dupla se cruza com um delegado, que tudo fará para capturá-los.

O que a gente espera?

A gente já viu, infelizmente vamos ficar devendo a crítica, mas o filme é bom! Puta thriller de ação, atuações muito boas, inclusive dos protagonistas, Ben Foster (SEM CARA DE BEBÊ), Chris Pine (que até segura a onda) e Jeff Bridges que está tão à vontade no papel que eu acho que ele não estava atuando de tão convincente no sotaque. Detalhe, Pine realmente convence como um machão americano sulista.

É um filme bem cruzão, mostra o lado mais pobre dos Estados Unidos, na hora que tem que mostrar violência, mostra! sem querer fazer grandes espetáculos. Mas só uma coisa, se for assistir esse filme nos cinemas... Nada de pegar no celular, é um filme pra assistir concentrado, então nada de chamar os amigos pra uma sessão pipoca (experiência própria)

Este filme está concorrendo ao Oscar® de melhor filme.


TOC - Transtornada Obsessiva Compulsiva

Sinopse:

Kika K (Tatá Werneck) é uma atriz que está em novelas, campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas por trás das aparências, está em crise com sua vida pessoal e profissional, enquanto precisa lidar com as limitações de seu Transtorno Obsessivo Compulsivo. Kika se depara com Felipão, um fã obsessivo (Luis Lobianco), um namorado galã sem noção (Bruno Gagliasso) e os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária (Vera Holtz).

O que a gente espera?

Já assistimos esse e tem a crítica aqui:




Quase 18 (Sony Pictures)

Sinopse:

Crescer não é nada fácil para alguns, como para Nadine (Hailee Steinfeld), uma estudante que está enfrentando uma difícil situação desde que sua melhor amiga, Krista (Haley Lu Richardson), está namorando com o seu irmão mais velho, Darian (Blake Jenner). Nadine se sente mais sozinha do que nunca, ao menos até começar uma amizade com um jovem atencioso (Hayden Szeto).

O que a gente espera?

Esse filme pra mim parece ter a vibe do As Vantagens de Ser Invisível. Acho que ele vai pelo caminho de tentar entender o adolescente pela cabeça do adolescente e tentar se aproximar pelos dramas vividos.

Hailee Steinfeld de protagonista, que depois de Bravura Indômita provou que tem potencial de ser uma grande atriz e não só uma diva para fã-clubezinhos de adolescente (o que ela já é). Ainda tem Woody Harrelson de coadjuvante, que tá divertidíssimo nos trailers. Olha, filmes de adolescente não são os meus favoritos, mas quero ver esse aí!



Armas na Mesa (Paris Filmes)

Sinopse:

Elizabeth Sloane (Jessica Chastain) é uma das lobistas mais poderosas dos Estados Unidos, conhecida por usar uma série de estratégias ilegais para atingir os seus objetivos. Um dia, é abordada para apoiar a bancada mais poderosa do congresso americano: os senadores pró-armas. Contrária à ideia, ela pede demissão e passa a trabalhar para o lado oposto, na intenção de conseguir leis mais rígidas para o porte de armas. Sloane começa a sofrer um série de ameaças pessoais e profissionais, e começa a questionar os seus limites dentro desta profissão.

O que a gente espera?

Olha, sobre esse filme, tenho impressão que tenta ser um "A Hora Mais Escura da Vida", inclusive também atuado pela espetacular Jessica Chastain. Pesquisei sobre o diretor e vi que ele fez "Shakespeare Apaixonado".

O trailer é bonito, apesar da música que não encaixa, mas sei lá. É um filme que talvez seja bom, talvez ruim. Vamos ver, né...

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ WhatsApp Linkedin Technorati Digg