Logan, é um filme que deveria ter acontecido há muito tempo

Comentarios


Como uma valsa bem dançada, uma piada bem contada ou mesmo uma noticia bem vinda está disponível nos cinemas o filme "Logan", à versão definitiva que com toda certeza mudará de forma natural à visão do que é retratar com perfeição um filme de super-herói.
A Fox, à 17 anos atrás aproveitando o hype do do bem sucedido filme "Blade, O Caçador de Vampiros", e querendo usar seu novo brinquedo -sim, a famosa comprar de diretos da Marvel-, tomou coragem e anunciou que iria lançar um longa dos mutantes "X-men", lógico que o filme foi um sucesso (naquele tempo não tínhamos com o que se divertir), apesar de hoje à própria produtora tenha tentado a gente  esquecer de "X-men- O filme". Embora o filme tenha sido uma grande...(sem palavras), há méritos a ser devidamente creditados. Primeiramente aos produtores que apostaram bastante nesta nova fórmula. Certeza que eles não imaginavam o quão estavam sendo eficientes em ditar uma tendência que até hoje seria muito bem empregada, e demasiadamente lucrativa. E dando sequência, à escolha do elenco... -Ah!, que coisa mais bem acertada, não houve ação mais bem notada do que essa-, o elenco foi como falam naquele ditado popular "caiu como uma luva". Eles são tão bons e marcantes que em todos os filmes, lá estão eles, seja reboot ou para uma pequena participação, LÁ ESTÃO ELES! firmes, fortes e fieis aos seus personagens que ajudou para alguns a alavancar sua carreira, mas, nenhum desses é ou neste caso foi (suor nos olhos) tão notável quanto o Hugh Jackman, que dá adeus ao seu personagem Wolverine/Logan de forma surpreendentemente bem executada, emocionante e permitam-me dizer..... 

"Foda! foda pra CARALHO!!!!"



Surgido como um spin-of da fracassada franquia "X-men" que teve seu final com o esquisito "X-Men- O Confronto Final", o filme "X-Men Origens: Wolverine" -que foi o primeiro e o último de uma série de longas que foram anunciados para contar à história de alguns dos principais personagens dos X-Men-, "prometiiiia" mostrar as origens do personagem Logan, contando sua trajetória desde seu nascimento até o que entendemos como, os dias atuais. O longa não foi tão bem recebido pelos fãs que queriam que um dia o Carcajú tivesse uma história jus ao seus quadrinhos, deixando de lado toda a infantilizada que não tinha nada a ver com o personagem, bem ele não veio e o filme foi um tiro no escuro que passou de raspão, não é considerado um desastre, porém, mesmo com um roteiro fraco e um "Deadpool" meio esquisito "X-Men Origens: Wolverine" foi bem nas bilheterias e conseguiu uma sequência que logo foi anunciada e uma pequena esperança de um dia termos uma descente filme do personagem parecia não ter tido um fim. Uma faísca de esperança parecia surgir... Ou não.

Não mesmo! O segundo filme veio -agora sem o título "X-Men Origens". O projeto ainda comentado nos bastidores não foi levado pra frente, o olhem que já rolava boatos de que teríamos  um filme solo de Magneto e da Mística, ambos nunca viram a luz do sol. Há um projeto de trazer um filme solo do personagem Gambit, mas ainda não existe data de lançamento confirmada - parceria promissor. "Wolverine: Imortal" iria adaptar a famosa HQ de 1982 "Wolverine". O filme ao contrário do primeiro tinha uma proposta, um pouco mais diferente: mostrar o personagem mais adulto fazendo-o chegar ao seu máximo, já que estamos falando de uma adaptação da talvez melhor história do personagem. O longa repetiu a mesma formula do primeiro, teve umas cenas bem legais e até conseguia ser  considerado relativamente bom, mas a FOX não teve culhões suficiente para dar ao icônico protagonista, um filme para ser realmente respeitado.


O tempo passava e ao contrário do personagem, o ator Hugh Jackman não era imortal (que piada ruim). Seu aviso já estava dado, ele queria fazer um último trabalho e que este fosse realmente "O" filme que deveria ter acontecido há muito tempo atrás.
E eis que chega uma obra prima, uma joia bem lapidada (que demorou bastante) e como eu falei lá em cima esta é última valsa, e é a melhor e mais bem executada de todas até agora. "Logan" não é só um filme de super-herói qualquer, ou apenas um spin-off de um personagem bem sucedido, ele elevou à moral, simplesmente  deixou o tom infantil e tudo que conhecíamos do um personagem que merecia um filme que jamais alguém um dia esqueceria, se há tempos ansiávamos por um Wolverine mais original... "Logan" é  sem dúvidas o filme que mais chega mais perto disso.

Os dois filme se chamavam Wolverine como uma forma de mostra a infantilizado do personagem. O filme "Logan" chegou para um público maduro e que cresceu com o personagem é que queria ver tudo aquilo que não foi mostrado nos filme anteriores. Foi lindo, é lindo e jamais será esquecido!


"Logan" é um filme que dita regras, embora a elas próprias sejam bem claras: "seja simples". É como se a FOX tivesse tido aquela coragem que nunca teve em mostrar o "lado normal" do herói, que abandona a criancice e abdica-se do apelido Wolverine e do seu collant amarelo (que nunca usou), para se transformar no Logan, original que é feroz, adulto, abusado e totalmente vulnerável. Sem dúvidas, em breve teremos mais versões adultas de filmes de personagem que são infantilizados, a tendência não nasceu com em "Logan" mas foi nele que as coisas começaram a andar de modo certo. 

"Logan" será lembrado por muito, muito tempo, talvez pelo seu belo trabalho visual, sonoro e visivelmente amadurecido, ou mesmo pela sua coragem. "Logan" é o encerramento definitivo, é um presente, é um adeus caloroso de milhões de fãs que esperaram mais de uma geração que não viam chover tão forte em um local deserto, onde não tinha mais esperanças. Foi um prazer Logan... e como foi!



#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ WhatsApp Linkedin Technorati Digg