REVIEWSANDO || Spider-Woman #1

Comentarios
Spider-Woman #1

Roteiro: Dennis Hopeless
Arte: Greg Land
Data: 19/11/2014












Eu voltei rápido!


Agora imagine o que acontece quando reúnem duas personagem que eu simplesmente não gosto? 
Essa revista!




Aranha Noir sabe que essa missão é tão ruim, que até ele quer ter distância.

Essa revista se baseia em ser uma missão de escolta para Silk. Já que a garota decidiu ficar brincando de pular de terra em terra para enganar os Inheritors. O problema é que ela é MUITO ruim nisso. Na cultura pop sempre que tem alguma missão de escola em um filme, série ou game, algo dá errado. E eu considero essa um dos piores exemplos de missão de escola que já li/vi.

Aqui, os três já começam andando em meio há uma Nova York, aparentemente destruída, Jessica está no comando por ser a única pessoa que sabe o que está fazendo, já que seus companheiros é um cara dos anos 30 e uma menina chata pra caramba. O legal é que a personagem também concorda com isso que afirmei.

Eles param na cidade para se recompor e procurar algo pra comer, melhor, Jessica faz essas coisas porque os outros estão muito preocupados em admirar o local. Mas o que acontece quando o adulto sai e deixa duas crianças só?



Acertou se você falou: "Briga sem nenhum motivo aparente".


Tudo bem que os caras eram um espécie de trombadinha e estavam roubando um velhinha, mas quando você está fugindo de assassinos que não querem só te matar mais também se alimentar de você... Dar pra fingir que não viu.

A falta de experiências de Silk e Aranha Noir acabam custando pra eles toda a viagem, porque os gêmeos maravilha acabam os encontrando facilmente, e por mais que Jessica tente resolver a situação, o Aranha Noir acaba sendo ferido. E é um pena porque ele é um dos meus Aranhas favoritos. Espero que não morra.

Elas levam o Aranha Noir de volta pra os anos 30, que pra mim foi a melhor parte da revista inteira, e deixam ele em cuidado da Felicia Hardy daquela época. Porque ela consegue manter ele em segredo sem ficar pulando de terra em terra, num é Silk?

Um dos poucos momentos que gostei da Jessica.


Ao fim, o nosso Peter chega acompanhado da Spider-Gwen e da Anya. Ele pretende deixar as duas em carga da missão da escola enquanto precisa da Jessica para outra missão. Aí eu me pergunto que espécie de plano é esse? Você deixa a Silk que é super infantil com duas adolescentes? Eu confio na Anya e na Spider-Gwen mais por favor, né?

Jessica também fala essas mesma coisas para o Peter e adivinha só, a Silk ouve a conversa inteira e como toda boa missão de escola, ela decide seguir o caminho sozinha deixando Spider-Gwen e Anya sem saber onde achá-la. Tá na hora de alguém encher essa menina de porrada, sério mesmo. Espero que alguma vez ela tenha que ficar só com o Otto.

Eu não li muita das coisa que o Dennis Hopeless fez porque não acompanhava Avengers Hunger Games Arena, mas ele parece ter esse título de tie-in sobre controle. Eu não sei se a partir de agora iremos acompanhar somente a Jessica porque a revista é dela, mas eu gostaria de saber o que vai acontecer com trio de garotas e o Aranha Noir.

Não tem o que falar do Greg Land. Aqui ele tá bem na média, mas continua sendo ruim. Ele pode desenhar bem mas só sabe dois tipos de enquadramentos e não contribui nem um pouco pra narrativa.

Eu tinha que terminar com essa imagem. É o garoto-propaganda perfeito.






por Tatiana Ferreira
















#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ WhatsApp Linkedin Technorati Digg